Delegação de tarefas

Como saber se você está delegando demais — e o que fazer

Anne Sugar
11 de outubro de 2018
delegar tarefas

Todos sabem que os líderes devem delegar tarefas para garantir que estão trabalhando nos projetos e resultados certos. Mas se você frequentemente tem mal-entendidos com sua equipe sobre resultados, fica sabendo de problemas no último minuto e não entende como ela define prioridades, isso pode ser um sinal de que você delegou demais, deixando os funcionários abandonados e desmotivados. Nesse ponto, é importante retomar a responsabilidade por determinadas tarefas, certificando-se de fornecer a segurança e a estrutura de que precisam. Aqui estão três passos que você pode seguir.

Leia também

Como decidir quais tarefas delegar
Você precisa parar de cancelar e remarcar compromissos

Assuma um projeto simbólico. É claro que você não tem que refazer tudo e nem começar várias tarefas pequenas para se reconectar à sua equipe. Mas assumir um projeto ou tarefa simbólica pode ser uma forma visível de demonstrar o seu reengajamento, além de ajudar a empresa e aprimorar suas próprias metas de aprendizado. Por exemplo, eu orientei uma executiva de publicidade de alto nível que percebeu que tinha delegado demais. Ela decidiu retomar os detalhes aprendendo um novo software. Isso deu a ela uma nova habilidade para compartilhar com outros líderes da empresa e sua própria equipe. Seu tempo gasto com o software também ajudou a longo prazo, porque quando chegou a hora de delegar, ela entendia todos os pormenores envolvidos para a realização do trabalho.

Recomece com sua equipe. Um diretor de tecnologia que orientei percebeu que havia delegado demais pois não conseguia enxergar devidamente em que suas equipes estavam trabalhando. Ele ficou frustrado pois os projetos do departamento que havia delegado — como a criação de um painel de controle e um treinamento interno (que ele achava que seria um diferencial para sua equipe no mercado) — perderam-se e foram esquecidos com os prazos cada vez mais apertados dos clientes. Para combater isso, ele planejou uma reunião externa para reconfirmar sua visão para o departamento e uniu todos novamente em prol dos mesmos objetivos e expectativas.

Ele percebeu, por meio da reunião externa, que sua equipe não tinha entendido a lógica ou a urgência por trás dos projetos internos. Posteriormente, ele pôde acompanhar de forma mais eficaz e tomar decisões mais inteligentes sobre onde poderia delegar sem ir longe demais e, além disso, sua equipe estava mais disposta a se concentrar em projetos internos.

Recomunique a visão. O maior risco do excesso de delegação para os líderes é deixar a visão ou a cultura da empresa para os outros. É claro, a maioria dos líderes não acha que tem feito isso. Em vez disso, acreditam que entregaram e comunicaram a visão inúmeras vezes. E, no entanto, suas equipes estão confusas e erros ocorrem com a entrega do trabalho em uma base consistente. Se você perceber que a produção dos projetos estagnou, há um desacordo excessivo sobre tarefas e processos, ou um comportamento inesperado e inconsistente entre os membros da equipe, pode ser um sinal que você delegou demais a visão a ponto de os membros da equipe sentirem que a estão interpretando ou inventando por conta própria. Uma pista bem óbvia é receber perguntas repetidas de diferentes membros da equipe, solicitando que você esclareça a visão.

Por exemplo, um diretor de marketing me contou uma história sobre como ele estava trabalhando em uma importante iniciativa de parceria para sua empresa. Ele acreditava que a parceria se encaixava na visão geral da empresa definida pelo diretor presidente. Infelizmente, o diretor presidente delegou demais a visão a outros membros do comitê executivo e não comunicou adequadamente uma mudança em sua estratégia de receita. Quando chegou o momento de apresentar sua parceria ao conselho de administração, o diretor presidente rejeitou o projeto porque não estava de acordo com sua nova visão e a parceria estagnou, desperdiçando o tempo do diretor de marketing e causando conflitos e frustrações desnecessários.

Como líder, para combater essa forma de delegação excessiva, certifique-se de usar todas as oportunidades de comunicação pública para enfatizar e reforçar a mensagem. Por exemplo, você pode relembrar as pessoas da visão global no início de um projeto durante as assembleias e outros fóruns, nas reuniões dos principais líderes da empresa, ou periodicamente por meio de comunicações por e-mail. Sem essa abordagem, pode haver um efeito em cascata de problemas de autoconfiança, perda de criatividade e falta de trabalho em equipe. Mas o mais alarmante é que o líder perde credibilidade.

Embora haja momentos em que seja necessário que um líder dê um passo para trás para deixar as equipes crescerem, delegar tarefas excessivamente pode sair pela culatra. Usando os passos acima, você pode garantir que seu departamento, equipe e empresa caminhem juntos rumo à direção certa.


Anne Sugar é coach executiva e palestrante que trabalha com líderes de alto nível em empresas de tecnologia, marketing e farmacêuticas. Ela é coach executiva do Programa Executivo da Harvard Business School e foi palestrante convidada no MIT.


Tradução: Kelly Xavier

Compartilhe nas redes sociais!